Tópico: 2012/05/13 - Caminho Francês - 8 + 1 Etapas (Saint Jean - Santiago + Finisterra)  (Lida 13950 vezes)

afr.almeida

  • Recém-chegado
  • *
  • Mensagens: 1
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Gostei desta crónica!!! Muito detalhada, melhor só mesmo fazer o Camiño. ;)

Jmota

  • Recém-chegado
  • *
  • Mensagens: 12
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil

Boas,

Cá vai o resumo da 7ª etapa: Herrerias -> Portomarin com cerca de 79 km, 1900 m de acumulado, 6h 51m a pedalar e 2h 16m parados. A velocidade máxima foi de 48,9 km/h e a velocidade média de 11,6 km/h

Etapa realizada em 19.05.2012



Esta etapa prometia e de facto não deixou os créditos por mãos alheias. Tivemos frio, chuva, subidas e descidas espectaculares, lama e paisagens soberbas, ou seja foi um excelente dia de btt.

Após o pequeno almoço, iniciamos a etapa cerca das 8h25m e de facto como previsto, iniciamos logo uma brutal subida de cerca de 7km. A inclinação manteve-se sensivelmente constante até à localidade de Faba, a partir da qual as coisas melhoraram alguma coisa.
Nesta localidade, entramos nuns trilhos fantásticos com paisagens admiráveis que nos iriam levar até ao Cebreiro.
Demoramos cerca de 1h30m a fazer os cerca de 9km que nos separavam do Cebreiro. Esta localidade é de facto muito bonita e é muita visitada por turistas.
Após as fotos da praxe e do carimbo na credencial, retomamos a nossa etapa, a qual pensávamos que iria começar a ser fácil, mas até à localidade do "Alto del Poio", ainda teríamos que ultrapassar algumas dificuldades.

A partir daqui, entramos em trilhos, com descidas espectaculares e paisagens fantásticas. Com um ritmo moderado fomos até Samos onde paramos para almoçar. A decisão de irmos até Portomarin mantinha-se, pois ainda tínhamos muito tempo.

Nesta etapa tivemos pela primeira vez a companhia da lama o que proporcionou a realização de descidas espectaculares, com alguma adrenalina à mistura o que permitiu a realização dos restantes KM's com muita satisfação. Assim quando chegamos a Portomarin, o nosso aspecto e o das bikes não era o melhor.

Após o merecido banho, demos uma volta pelo "pueblo" e acabamos a noite a jantar num restaurante e a ver a final da liga europa.

Após o jantar recolhemos ao quarto, pois o cansaço era algum e a ansiedade era muita em virtude de no dia seguinte termos a realização da etapa que nos levaria até Santiago.


Pequeno almoço, com uma paisagem deslumbrante.



Saída do hotel


 
Início da etapa, sempre com muita gente
 






Algumas das paisagens









A Faba / A Lagúa de Castela













Marco que assinala 152,5 km até Santiago





Entrada na província de Galicia











Chegada ao "CEBREIRO"



















Alto de San Roque



Subida para o "Alto del Poio"



Descidas fantásticas



Um castanheiro com cerca 800 anos e um diâmetro de 2,7 metros





Mais algumas das fantásticas paisagens por onde fomos passando



















Chegada a Sarria





Chegada a Portomarin







O merecido jantar, sempre muito bem "regado"





Fim da 7ª etapa.

Caelestinum

  • Recém-chegado
  • *
  • Mensagens: 41
  • Popularidade: +4/-0
    • Ver Perfil
Este relato com estas imagens está mesmo motivador!... Só não o farei com tão pouco tempo. Preciso de mais tempo para desfrutar do Caminho!  ;D
Venha a 8ª etapa! Muito bom rapazes!... depois temos de conversar mais em detalhe sobre a vossa preparação!

Jmota

  • Recém-chegado
  • *
  • Mensagens: 12
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil

Boas,

Cá vai o resumo da 8ª etapa: Portomarin -> Santiago com cerca de 92 km, 1800 m de acumulado, 6h 55m a pedalar e 2h 07m parados. A velocidade máxima foi de 59,1 km/h e a velocidade média de 13,4 km/h

Etapa realizada em 20.05.2012




Depois de acordarmos e após prepararmos as coisas, fomos a uma confeitaria para tomar o pequeno almoço, pois a ansiedade era grande já que, vistas bem as coisas, iríamos alcançar um dos objectivos a que nos tínhamos propostos: Chegar a Santiago de Compostela

À saída de Portomarin, deparamo-nos com cerca de 13 km de subidas, sendo algumas de inclinação acentuada. Apenas após a localidade de "Vendas de Narón", é que os trilhos mudaram, passando a ser mais do nosso agrado, ou seja passamos a pedalar no meio de bosques com uma vegetação abundante. Estes trilhos eram sequência infindável de subidas e descidas que se sucediam a um ritmo diabólico, mas que se conseguiam ultrapassar sem grandes dificuldades.

Pena é que por ser Domingo, existiam muitos caminheiros / peregrinos que aproveitam este dia para se organizarem em grupos e assim fazerem caminhadas.

Cerca das 11h paramos em Melide para tomarmos alguma coisa que nos permitisse recuperar energias (normalmente era um sumo de laranja natural e um croissant e/ou donut).

Felizmente os trilhos continuaram excelentes pelo que o trajecto foi-se fazendo com muita satisfação. Às 13h paramos para almoçar em "O Empalme", durante o qual conseguimos apanhar algum sol que nos permitiu aquecer um pouco o corpo, pois estava muito frio.

Terminado o almoço, ansiava-mos por alcançar o "Monte do Gozo", pois sabíamos que a partir deste ponto até Santiago, o trajecto era pacifico. Felizmente continuou tudo a correr bem.

Acabamos por chegar a Santiago cerca das 16h30m.

Tiradas as fotos da praxe, fomos carimbar a credencial e levantar a compostela.

Foi então que resolvemos homenagear as nossas companheiras de viagem, as bikes, que tão bem se tinham portado, pois não tivemos uma única avaria nem um furo durante os cerca de 1600 km realizados (2x800km).  Assim tratamos de lhes porprocionar um SPA, ou seja uma lavagem, a qual nos obrigou a realizar mais 10km para encontramos uma estação de serviço com lavagem Self service.

Com as bikes lavadas, fomos tratar do alojamento, tomar o banho respectivo, e depois fomos passear por Santiago, e que incluiu uma visita à Catedral. O jantar foi feito num bom restaurante e como habitualmente, comemos e bebemos bem.

No final demos mais umas voltas pela cidade, até porque existam festas locais, mas não nos podíamos deitar muito tarde, pois no dia seguinte tínhamos que pedalar até Finisterra.

Saída de Portomarin







Palas del Rei - Cavalos











Mais uma das muitas sinaléticas

















Chegada ao "Monte do Gozo"



Chegada a Santiago



Catedral de Santiago



SPA às bikes - mas elas bem que o mereceram



Credencial com os carimbos (frente e verso)



Carimbo da partida (Saint Jean Pied de Port)



Carimbo da chegada (Santiago de Compostela)




Fim da 8ª etapa.

Jmota

  • Recém-chegado
  • *
  • Mensagens: 12
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil

Boas,

Antes de mais quero agradecer a todos os visitantes deste post, todos os comentários que fizeram. É com imenso prazer que partilho a nossa experiência de forma a dinamizar o gosto pela realização desta "aventura"

A todos o nosso obrigado. No entanto a aventura ainda não terminou, porque como referido anteriormente, resolvemos ir até Finisterra (ou Fisterra em Galego).

Assim cá vai o resumo da 9ª etapa: Santiago -> Fisterra com cerca de 88 km, 1760 m de acumulado, 7h 17m a pedalar e 1h 50m parados. A velocidade máxima foi de 48,2 km/h e a velocidade média de 12,1 km/h

Etapa realizada em 21.05.2012




Hoje acordamos mais tarde, pois resolvemos dar um pouco mais de descanso ao corpo. Assim apenas começamos a pedalar, cerca das 9h15m.

Após passagem na catedral para apanharmos o trilho que nos conduziria a Fisterra, lá iniciamos a etapa.  Após alguns km´s realizados, verifiquei que tinha algumas dores nas costas o que até ao momento não tinha acontecido. Atribuí este facto ao colchão que era demasiado mole.

O início da etapa foi pacifico, mas foi de pouca duração. De facto após algumas descidas começamos a ter que enfrentar subidas constantes, com uma inclinação acentuada e "piso técnico". Valia-nos as paisagens.

Esta situação manteve-se até Negreira, onde apenas tínhamos feito 21 km. Com o esforço desenvolvido, as dores nas costas pioravam, o que tornava cada vez mais difícil vencer os km's

Paramos para almoçar em Sta. Marina, onde comemos mais uma vez o célebre "bocadillo de queijo e jamón"

Após o almoço lá seguimos para Olveiroa, onde decidimos seguir directos a Fisterra sem passar por Muxia.

A partir da divisão, os trilhos embora mantivessem piso técnico, já não apresentavam subidas complicadas.

Passados alguns km's iniciamos uma série de descidas até que deparamos com o mar no horizonte. Mas que sensação...isto foi como carregar novamente as baterias. As descidas mantiveram-se até Corcubión, situado à beira-mar. Neste momento a chuva fez a sua aparição.

Por estarmos à beira mar, pensávamos que tudo seria pacifico, mas os cerca de 11km que nos separavam de Fisterra não seriam nada fáceis, embora o "camino" fosse quase na totalidade coincidente com a estrada.

Com mais ou menos dificuldade lá chegamos a Fisterra, onde tratamos de arranjar local de repouso / descanso.

Após o banho, lá fomos conhecer a localidade e jantar.

Após o jantar, tratamos de saber as formas de sair daqui, mas sem ser de bicicleta. A forma mais usual é de autocarro. Foi o que resolvemos fazer

E assim demos por terminada a nossa aventura.


Saída de Santiago



Algumas fotos onde se pode ver o tipo de piso







Passagem por "Burgueiros"



Passagem por "Ponte Maceira"









Passagem por "Negreira"







As nossas amigas eólicas que nos acompanhariam durante grande parte da etapa.







"Momento de Reflexão"



Albufeira de Fervenza



... mais eólicas ...











Divisão para MUXIA ou FISTERRA



... já se avistava o mar no horizonte ...





Chegada a "Corcubión"



Chegada a "Fisterra"







O merecido jantar





Actualização do facebook!!!



Registo diário, no meu "ipad", o que possibilitou a realização desta crónica






Como balanço, apenas posso classificar esta experiência como FANTÁSTICA Como se costuma dizer, "nada fica igual depois da realização do caminho francês". Começo a acreditar que sim...
 
 Esta foi a 3ª vez que fui a Santiago, mas o caminho francês é de facto espectacular. A quem queira e, tenha condições para o realizar, que não hesite.
 
 Aproveito a oportunidade para agradecer ao meu companheiro e amigo António Martins (Tonito) toda a amizade, colaboração e compreensão que sempre o caracterizaram durante todo o "camino"

Aconselho a quem queira fazer a totalidade do caminho, que programe bem as etapas, pois os pontos difíceis estão bem identificados e portanto esses nunca devem ser feitos como final de etapa.
 
 Outro aspecto importante são as companhias, pois 10 dias juntos é diferente daquelas voltas que costumamos dar ao fim de semana. Andamentos e temperamentos semelhantes é importante. Devem ser definidas algumas regras de inicio de forma a evitar situações desagradáveis.
 
 E finalmente em relação à duração, para muitos, 8 dias parece pouco tempo mas, para nós foi suficiente.
Paramos e visitamos tudo aquilo que queríamos e nunca precisamos de andar depressa. Hoje tenho a certeza que este foi o melhor planeamento para 8 dias.

Esta foi sem dúvida, uma excelente prenda dos meus 50 anos.

E para terminar algumas fotos da nossa viagem de regresso, a qual não foi fácil. Saímos de Fisterra às 07h50m e chegamos a Campanhã (Porto) às 22h30m

Viagem de autocarro Fisterra -> La Corunha

Foi uma aventura arranjar lugar no autocarro, pois são bastantes as pessoas que querem regressar. Mas à boa maneira portuguesa, lá nos desenrrascamos!!! (alguém ficou a ver navios...)





Viagem de Comboio La Corunha -> Vigo

Um espectáculo. Condições excelentes para os passageiros e bikes.





Almoçamos em Vigo e apenas tínhamos comboio para o Porto às 19h. A viagem é demorada e as condições são o mínimo exigível.








 Aventura terminada. A próxima já está a ser preparada...

Mais uma vez muito obrigado a todos. Caso necessitem de alguma informação disponham

1 Abraço

Joaquim Mota

(The End)
 

anarciso

  • Peregrino entusiasta
  • ***
  • Mensagens: 207
  • Popularidade: +5/-0
    • Ver Perfil
Olá malta,
Parabéns pela magnifica aventura, já tinha planeado fazer esse caminho em 2014 ano dos meus 50 anos t b mas agora é que fiquei com água na boca para o fazer, mais perto vou melgar para saber informações
Cumprimentos
António Narciso
Caminho Português-Porto Santiago- 2009,2010,2011,2012 e 2013 novamente em 2014 Caminho Francês para Santiago em  2015

norberto

  • Administrador
  • Peregrino entusiasta
  • *****
  • Mensagens: 207
  • Popularidade: +3/-0
  • The Journey is the Destination
    • Ver Perfil
    • Rumo a Santiago
Narciso, pode ser que nesse ano eu tenha a possibilidade de fazer mais um Caminho e possamos organizar isto em conjunto :).
Eu quero repetir o Caminho Francês um dia e talvez não seja mal pensado fazer o Caminho Aragonês, já que apenas os primeiros cento e poucos quilómetros é que não coincidem com o Caminho Francês.
The Journey is the Destination!

Escorpião

  • Recém-chegado
  • *
  • Mensagens: 16
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
grande aventura

norberto

  • Administrador
  • Peregrino entusiasta
  • *****
  • Mensagens: 207
  • Popularidade: +3/-0
  • The Journey is the Destination
    • Ver Perfil
    • Rumo a Santiago
Adorei a vossa reportagem. Nota-se que tiveram um cuidado especial em capturar em fotografia todos os pequenos (e grandes) pormenores do Caminho, algo que nem sempre é fácil quer pelo êxtase que se sente por vezes, quer pela falta de jeito para esses detalhes (contra mim falo :)).
Aliás, a vossa reportagem é quase um avivar de memórias do Caminho Francês e um engrandecer da vontade de o repetir. Tenho mesmo de pensar seriamente em fazê-lo de novo, até porque gostava de conhecer o Caminho Aragonês (tenho um amigo que já o fez e que diz maravilhas).
The Journey is the Destination!

Rodrigo

  • Recém-chegado
  • *
  • Mensagens: 1
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Bem pessoal , sou novo no forum ... estou de passagens compradas para fazer o caminho frances de bike ... começando o pedal em Burgos. Gostaria de saber se tem alguem que vai estar no caminho no periodo de 10 a 20 de maio de 2013 !!!

norberto

  • Administrador
  • Peregrino entusiasta
  • *****
  • Mensagens: 207
  • Popularidade: +3/-0
  • The Journey is the Destination
    • Ver Perfil
    • Rumo a Santiago
Olá Rodrigo, bem vindo ao fórum!


Prepara-te para uma experiência fantástica. Não sei se já fizeste algum Caminho, mas o Francês tem um encanto especial pela experiência social que representa (tem gente de todo o mundo).
The Journey is the Destination!

Indy86

  • Recém-chegado
  • *
  • Mensagens: 42
  • Popularidade: +0/-0
    • Ver Perfil
Boa tarde.
Esta é a minha 1ª participação neste fórum.
Adorei o relato do vosso caminho.
Um dia sonho fazê-lo (Caminho Francês) mas a pé.  :)
Estou neste momento em vias de fazer o Caminho Português a pé, desde Valença. Vamos ver se tudo corre para que aconteça.
Obrigada pela vossa partilha... o bichinho realmente não morre. Já fiz 2 vezes o mesmo caminho atrás descrito, em diferentes grupos e circunstâncias. Supunha-se que já sabendo o que é, ficasse sanada a curiosidade.
Mas o bichinho do caminho volta a chamar mais uma vez!  :D